4.6666666666667                     Avalie este Artigo:

A criança nasce com um conjunto de reflexos básicos e fundamentais para a manutenção de sua vida. Os bebês preferem imagens e sons que facilitam a interação social. Dias depois do nascimento, o bebê já pode distinguir o odor de sua mãe. E há indícios de que com três semanas o bebê já reconhece a voz de sua mãe.

Durante o desenvolvimento uterino células nervosas são formadas em um ritmo 2500 por minuto. Quando nasce a criança tem todas as células cerebrais que jamais terá, porém seu sistema nervoso é ainda imaturo. A maturação é uma seqüência ordenada de processos de crescimento biológico, geneticamente projetados. A maturação determina muitos aspectos comuns como ficar em pé antes de andar, usar substantivos antes de adjetivos etc. “A maturação fixa o curso básico do desenvolvimento e a experiência o ajusta” (Myers, 1999, pág. 59)

A memória se estabelece melhor após os três anos de idade. Mas depois dos cinco anos de idade, por causa das mudanças na maturação como as lembranças são armazenadas, a maioria das pessoas também têm poucas lembranças dos seus anos de pré-escola.

A experiência ajuda a desenvolver as conexões nervosas do cérebro.” (pág. 59) A aprendizagem inicial ajuda a preparar o cérebro para o pensamento e a linguagem.

Bebês se beneficiam do contato físico e da massagem. Bebês manipulados ganham peso mais depressa e têm um desenvolvimento neurológico mais rápido. Para o desenvolvimento inicial do cérebro os primeiros anos são decisivos. Os circuitos neuronais do cérebro muda com o tempo, em resposta a uma mudança de estimulação o cérebro pode se reorganizar. Quando uma área do cérebro é lesionada, outras áreas podem se reorganizar a tempo e assumir algumas de suas funções.

O cérebro é mais plástico quando somos crianças pequenas. Plasticidade é a capacidade do cérebro para a modificação. As crianças nascem com um excedente de neurônio. “Se uma lesão destrói uma parte do cérebro de uma criança, o cérebro vai compensar pondo outras áreas excedentes para trabalhar” (pág. 59)

A criação pode influenciar o desenvolvimento motor. A maturação biológica, com o rápido desenvolvimento do cerebelo cria uma disposição para prender a andar com cerca de um ano. Depois de um impulso de crescimento durante os dois primeiros anos, as crianças crescem a um ritmo constante de cinco a sete centímetros por ano ao longo da infância.

As áreas de associação do córtex vinculadas à memória , ao pensamento e à linguagem são as últimas áreas do cérebro a se desenvolverem. A memória e o cérebro desenvolvem-se juntos.

A cognição relaciona-se a todas as atividades mentais associadas com o pensamento, o conhecimento, a recordação e a comunicação. (Myers, 1999, pág. 59) as crianças pequenas entendem o mundo de maneira radicalmente distinta dos adultos.